Divagações e devaneios sobre as arianisses da vida!!!

domingo, 29 de abril de 2012

Falta do que fazer...

...reparei que toda vez que não tenho nada para fazer, o NADA não é realmente verdade. Sempre tenho algo para fazer, mas aí a preguiça gruda em mim e de repente o NADA vira uma realidade!!! Mas isso, na verdade, é quase sempre, porque quando a atividade é agradável fico realmente ocupada.
Explico: quando é para estudar eu fico instantaneamente com falta do que fazer, agora fala que é pra sair ou pra conversar...me ocupo rapidinho!!! Agora, por exemplo, tenho uma resenha, dois trabalhos, 10 questões e um trabalho que ainda nem sei o que é pra fazer, to sentindo uma falta do que fazer. Mas amanha tenho uma festa, ja me programei toda, virou um compromisso mesmo e ja estou me sentindo ocupadissima!!!! Vai entender...

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Qual é a música maestro?????






Meu amigo Henrique me mostrou um tumblr que chama LOGOMUSICA e, apesar de ter a mãozinha da Som Livre é um negócio mega criativo. Eles ilustram músicas conhecidas e sai uns negocios mucho lokos!!! Coloquei as que eu mais gostei aqui, mas como gosto é igual braço, cada um tem o seu e tem gente que não tem (palavras da minha nova amiga Kyara, acabei de conhecer e mesmo que ela não queira ser minha amiga, eu quero ser amiga dela),  achei legal postar e cada um decide qual acha mais legal!!!!

Tudo na vida...passa!!!

Levantei a cabeça, estiquei o braço, peguei o celular e vi que horas eram: 10:00hs da manhã.
Que merda! Não vou levantar - pensei.
Deitei meu rosto no travesseiro e chorei, chorei como nunca tinha chorado antes. Chorei como se o gosto amargo da decepção fosse desaparecer conforme as lágrimas caíam.
Quando cansei de chorar, levantei a cabeça, estiquei o braço, peguei o celular e vi que horas eram: 21:00hs.
Deitei a cabeça no travesseiro e dormi, dormi como nunca tinha dormido na vida. Estava precisada desse sono. Também sonhei, sonhei como nunca havia sonhado na vida. Sonhei de forma plena e linda!
Levantei a cabeça, estiquei o braço, peguei o celular e vi que horas eram: 9:30hs.
Que bom! Vou levantar - pensei.
Levantei, tomei banho, escovei os dentes, arrumei o cabelo e saí. Saí para ver o sol que iluminava uma nova fase da vida, brilhando como nunca havia brilhado!